terça-feira, fevereiro 07, 2006

Azul Desbotado

Um escorpiano de olhos azuis preencheria minha solidão no bar amarelo.
Ombros para o chão, sorriso sem luz e olhos que não me foram mar.
Apesar da rede na varanda, do saquê e dos filmes da Janis e do Barret...
O vazio continua vazio, de olho no céu.
A solidão me sorri intensamente e seduz mais que o escorpião.
Pego um táxi.
A cabra continua a subir a montanha só.

segunda-feira, fevereiro 06, 2006

13 a 33


Aos 13, ela se encantou pelo filho do Seu Zé, que lhe servia doce sírio amarelo e vermelho no bar da esquina..
Aos 15, flertava com o garçom da barraca de praia de frente à colônia de férias.
Aos 17, ficou com o Sebastian, o barman do Los Gringos.
Aos 21, namorou o Giovani, que servia no Piola.
Aos 23, na sua formatura, ganhou uma garrafa de champagne do rapaz do buffet do baile.
Aos 25 ,casou-se com o Rodrigo, que trabalhava na Casa Belfiore, um pub vizinho.
Aos 27, ela ficou sócia da Belfiore e logo depois descobriu que estava grávida.
Aos 30, o casamento terminou.
Aos 31, ela começou a freqüentar o Berlin, um novo bar da Barra Funda.
Aos 33 casou-se novamente com o Raul, o garçom do Berlin.

quarta-feira, fevereiro 01, 2006

Purple Hat


Depois da reunião do Trocadilhos e Sobressaltos, seguimos eu e meu ex-namorado-primo-parceiro-irmão, para nosso local preferido. Graças aos Deuses do Álcool, ela, a Belfiore, estava lá, a nossa espera, com amigos de sempre e de longe, cachorro, gente moderna conhecida e desconhecida, olhares amigáveis, Supla de chapéu roxo e o garçom de olhos tristes de ressaca, como os de Capitu.
Originais e Originais, papos-cabeça, conversas despretensiosas, fumaça, som e torpedos inadiáveis convivem conosco por um tempo feliz.
No horário da Cinderela de bruxas-vizinhas, as janelas fecham, Belfiore quase completamente tomada, noite Belfiore terminando, noite Berlin começando, fe ou infelizmente sem mim, já que Iago, meu inimaginável superego do momento, conteve meu compulsivo, desenfreado, alcoólico e luiziano desejo da balada de terça-feira.
À 1:30 da manhã eu já estava no aconchego do meu lençol azul.
Balanço:
+ : Uma quarta-feira produtiva de trabalho e capoeira, menos negativos na minha conta-corrente, menos desgaste para o meu fígado
- : Uma balada a menos no currículo.

Músculos