Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2006

Não-Relação

No mundo moderno, há relações que não existem, ou esquisitamente querem fingir existir, relações de pessoas que transam esporadicamente, mas se vigiam veementemente, pelo orkut, pelo MSN, pelo fotolog, blog...Por tudo que anonimamente.
Eles se conversam civilizadamente, marcam uma cerveja pra qualquer dia desses, que será nunca ou nalgum daqueles dias em que eles se encontram sem querer e sem ninguém (ou seja, desacompanhados e carentes), se dizem independentes e felizes, sem compromisso, mas
no momento seguinte deixam a guria em casa e o guri dormindo para verificar a página do outro: O amigo colorido, sem cor.
Os modernos são amantes, mas não admitem amar, sofrem, mas relevam, choram, mas dizem que é por causa do filme cult, comem sem engordar. Os modernos são legais e modernos.
A não-relação cresce no decorrer dos anos, cresce padecendo, sem vir a ser.
Os seres humanos empobrecem enobrecidos, se fingem enaltecidos, choram escondidos e comunicam-se com rapidez e escassez.
Imagem