Postagens

Vermelho

Imagem
Local: Escada rolante da estação de metrô Praça da Sé, São Paulo, SP, Brasil Quando: quarta-feira, 14 de agosto de 2019, às 9:55 horas Personagens: eu e um homem desconhecido
Homem: Nossa que legal, toda vestida de vermelho Eu: É (sorrisinho cortês) Homem: Você é da igreja ali debaixo “Deus é Amor”? Eu: Não, não sou. Homem: De qual igreja você é? Eu: Não sou de nenhuma igreja Homem me olha como se eu fosse a encarnação do mal e se afasta rapidamente. Eu continuo a caminho do trabalho.

Xingamentos Solidários

Cabelo preso, calça jeans, moletom cinza, assim eu a via. Nossos horários se encontravam em quase todas as manhãs durante a semana, às vezes ela me cumprimentava. Numa manhã fria, na esquina de casa, quase fui atropelada por um carro grande que subiu na calçada: - Irresponsável - eu gritei trêmula. As palavras da vizinha que vinha logo atrás foram: - Bandido filho da puta! Neste dia, andamos lado a lado por dois quarteirões, xingando solidariamente o grandessíssimo filho da puta que quase me matou, daí simpatizei-me com a menina indignada, devia ter uns vinte, vinte e poucos anos no máximo. Demos “bom dia” ao Paulo, nosso vizinho morador de rua e foi a única vez que vi outro vizinho cumprimentar o Paulo. Pois bem, depois do susto seguido de redentores xingamentos, os cumprimentos passaram a ser constantes, às vezes até trocávamos algumas poucas palavras sobre a falta de iluminação da rua ou sobre algum barulho estranho durante a noite, ela morava no prédio em frente ao meu. Ainda que ela usa…

Mito

A realidade me consome A rede social me consome A política é só desalento Até meu ópio, o futebol Já era...Esmagado por 7 golpes alemães felipados Ao som de panelas e patos amarelos Veio o golpe consolidado Vampiro no poder Se apropriaram da camisa da seleção! Que raiva...E foi piorando O vampiro se foi para o pior subir ao poder pelas escadas da facada regada à falsidade Sobre as lágrimas dos bons, o pulha tá eleito Tá lá o pulha ao lado do juizão idôneo Feito cocaína de talco Marielle morta por um braço sem cabeça Milícia e milico na moda 64 mais um golpe celebrado Os minions se ferrando e achando bonito Mito pisando na cabeça dos oprimidos Palmas para o chapeiro na embaixada! Parabéns pra você que vai sempre louvar E nunca se aposentar Feliz mito, Brasil! Sarau do Burro, 06 de agosto de 2019

Respiro

Não vou negar que está difícil Respirar Tá faltando ar Desde o golpe torpe Aquele que começou com 7 golpes certeiros e 1 golpinho de consolação que não consolou NADA Primeiro a gente tira... Depois a gente prende... Vida que segue Engolindo facada cara Sem Marielle Meritíssimo SUSPEITÍSSIMO! Mas eu nem queria falar disso Esquisito Tempo triste Insisto Sinto frio na garoa Pingos me lembram as palavras de Eveline “A chuva é o céu com saudade do chão” Respingos Respiro Sou irmã de poeta Tia daquele que vence Tenho no meu caminho Pedras Pedras belas Pedroca quer o mundo do jeito dele e inventa e canta, me encanta Pedrinho me apresentou a parte de sua galáxia, desde então tenho ao meu redor mais olhos poéticos Estelares, amigos Respiros Alento Vou amassando o pão que cresce lento e lindo Mergulho entre coloridos Sargentinhos sem patente Aprendo a respirar Embaixo d’água E venho para baixo da terra Neste Porão poético de veias e microfone abertos Respiro ainda melhor Obrigada a todos os Queridos envolvidos Bem vindos ao SARAU EMBAIXO DA TE…

A Cena

A melhor maneira de acabar um namoro simplesmente não existe, terminar uma relação amorosa é sempre uma merda, uma enorme, incômoda, mal cheirosa e necessária merda! Não é nada agradável tomar um pé na bunda, é triste, magoa, porém, se a decisão não foi sua, só resta conformar-se, a receita é chorar, desabafar com os amigos, ouvir uns chavões: “ Você vai arrumar alguém muito melhor” “Outros amores virão!” “Ele não sabe o que está perdendo” “Você é muita areia para o caminhãzinho dele” “Sempre achei que você merecia mais” Enquanto você repete aos prantos: “Eu não quero mais ninguém” Talvez depois de um bom porre, com certeza depois de dar o famoso tempo ao tempo, as coisas se ajeitam. Bom, depois de um dos foras que tomei pela vida, minha grande amiga Berenice invocou que eu tinha que conhecer um cara chamado Tácio. “- Amiga, o Tácio é a sua cara, tem tudo a ver, o mesmo gosto musical, simpático, seu tipo físico e ainda compõe e toca numa banda maravilhosa chamada Lacer! Moreno alto, bonito e s…

L E T Á R G ICA

Le Tár Gi Ca Sinto-me Impressinto-me Sem Forças Sau Dosa Can Sada Sona Da Para Da Abstrata Abstraída Em Triste Cida Só Cansada Letárgica