sexta-feira, julho 08, 2011

Paulista

Ontem, passeando pela Paulista, lembrei porque me encantei tanto com São Paulo, quando mudei para cá há 18 anos (!). Artistas de rua, jovens suscetíveis para bem e tanta gente diferente, caminhando, correndo, conversando, bebendo, acontecendo...
Quando passeio pela Paulista, até esqueço, por longos instantes, de tudo que não é o bom de São Paulo, só caminho com a certeza que a terra gira e o mundo sempre pode mudar.

Um comentário:

Brenda Ligia disse...

Amiga, e eu, mineira, tive minha vida em Sâo Paulo (junto com a juventude, UAU) totalmente abrilhantada por você, sua aura, sua presença, sensatez, inteligência... e sobretudo, Cáques, sua AMIZADE.
Te amo, amiga. Saudade de quando éramos MARIDA e MULHER, hahaha... em julho tô em Sampa; por mais tempo, dessa vez. Se eu não te encontrar, arrebento você.

Músculos