Paulista

Ontem, passeando pela Paulista, lembrei porque me encantei tanto com São Paulo, quando mudei para cá há 18 anos (!). Artistas de rua, jovens suscetíveis para bem e tanta gente diferente, caminhando, correndo, conversando, bebendo, acontecendo...
Quando passeio pela Paulista, até esqueço, por longos instantes, de tudo que não é o bom de São Paulo, só caminho com a certeza que a terra gira e o mundo sempre pode mudar.

Comentários

Brenda Ligia disse…
Amiga, e eu, mineira, tive minha vida em Sâo Paulo (junto com a juventude, UAU) totalmente abrilhantada por você, sua aura, sua presença, sensatez, inteligência... e sobretudo, Cáques, sua AMIZADE.
Te amo, amiga. Saudade de quando éramos MARIDA e MULHER, hahaha... em julho tô em Sampa; por mais tempo, dessa vez. Se eu não te encontrar, arrebento você.

Postagens mais visitadas deste blog

Vinícius

Giovanni Pasquini